Fundação Macaé de Cultura

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Notícias Notícia Macaé recebe I Seminário de Artesanato da Região

Macaé recebe I Seminário de Artesanato da Região

E-mail Imprimir

O Teatro Municipal de Macaé sediará, na quarta-feira (29) das 13h30 às 18h, o I Seminário de Artesanato de Macaé e Região. A expectativa é que o evento reúna cerca de 200 profissionais de 11 municípios fluminenses. O encontro é coordenado pela Associação dos Artesãos do Município de Macaé (Oscip-Assamm) e será ministrado pela Federação das Associações de Artesãos do Rio de Janeiro (Faciart-RJ), que dará posse a uma representante da entidade na região.
Participam deste encontro, além de Macaé, Cardoso Moreira, São Fidélis, Campos dos Goytacazes, Conceição de Macabu, São Francisco de Itabapoana, Carapebus, Quissamã, São João da Barra, Italva e Rio das Ostras.

A Praça das Artes do Centro Macaé de Cultura, porta de entrada para o seminário, será uma vitrine do evento com apresentação dos mais variados produtos trazidos pelos visitantes, além do artesanato local. É parte importante da programação mostrar para os artesãos as vantagens de estarem afiliados à federação. As inscrições recebidas para o evento foram feitas por meio das cooperativas e associações da categoria de cada município.

A Faciart-RJ vai cadastrar todas as associações, cooperativas e instituições da região Norte Fluminense que estiverem presentes.

 

Jornalista Marilene Carvalho

 

artesao 2

 

 

Notas

Macaé promove segundo Seminário sobre Violência

O segundo Seminário sobre Violência, promovido nesta quarta-feira (29), reuniu 160 participantes e colocou em pauta a prevenção de violências contra o sexo feminino, a equidade e a ideologia de gênero machista. O evento, organizado pela prefeitura, aconteceu das 9 às 13 horas e de 14 às 18 horas, no Auditório Cláudio Ulpiano, na Cidade Universitária. A Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Cidadania, a Coordenadoria de Políticas para Mulheres e o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) foram responsáveis pela programação.

A importância do seminário foi destacada pela Secretária de Desenvolvimento Social, Tatiana Pires. "A violência está em toda parte, em todas as classes sociais, não está restrita à raça, cor de pele, religião. O município tem equipamento de proteção para acolher a mulher vítima de violência, que vem fragilizada, mas é atendida por um trabalho de rede de modo a garantir a essa mulher a segurança", disse a secretária.

Satisfeita com a adesão pública ao evento, a coordenadora de políticas para mulheres e do Ceam, Jane Roriz, evidenciou os dados: em 2016 foram 3.921 atendimentos sociais, psicológicos e jurídicos pela equipe técnica, formada por assistentes sociais, psicólogos e advogados, referenciados por algum órgão que atende as mulheres ou por demanda espontânea.

Fonte: Equipe da SECOM