Fundação Macaé de Cultura

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Notícias Notícia Primeira edição do 'Imbetiba Cultural' agrada público

Primeira edição do 'Imbetiba Cultural' agrada público

E-mail Imprimir

1494689852

A primeira edição do 'Imbetiba com Cultura', lançada nesta quinta-feira (12), foi marcada pela diversidade de apresentações com objetivo de levar ao público, além da boa música, outras opções de lazer e descontração.
O projeto acontecerá toda às quintas, a partir das 17h30, na orla da Imbetiba, com apresentação fixa da Banda Benê Lá, formada por alunos e professores da Escola de Arte Maria José Guedes (EMART). No lançamento, o público pode apreciar e participar dançando com professores e alunos da equipe de Farah Cultural, que ensinaram a arte da dança variando as modalidades.

- Participar dessas edições levando um pouco de descontração para o público, me deixa muito feliz. A interação é maravilhosa. Prazeroso demais momentos como esse - pontuou Robson Farah, da Farah Cultural.

Enquanto as pessoas se divertiam, o desenhista Ilzimar Rodrigues, do Polo de Cultura Lagomar, transferia para o papel os traços e semblantes das pessoas, em forma de caricatura. A atividade agradou o público. "Alegrar as pessoas é uma arte muito gratificante. Depois da caricatura finalizada, receber o retorno positivo é um dos fatos essenciais para a continuação do que faço. Sempre que tiver oportunidade eu estarei presente nas edições do 'Imbetiba com Cultura'", ressaltou Ilzimar.

Com a arte soma-se a gastronomia, resultando numa boa opção de lazer nas tardes de quinta na orla da sempre poética praia da Imbetiba. A culinária engloba cardápio variado que vai de sanduíches artesanais a comidas nordestinas, opções também de crepes, salgados e bebidas para todos os gostos.

- Que ótima opção, num só momento, várias coisas acontecendo, além de proporcionar encontros com velhos amigos, podemos usufruir da boa música e apreciar a paisagem dessa tradicional praia com mais leveza e sem a correria do cotidiano. Belo projeto! - disse Karina Prado, funcionária da empresa Petrobras.

O 'Imbetiba Cultural', uma proposta da Prefeitura Municipal de Macaé pela Secretaria de Cultura, acontece toda quinta no anfiteatro Professor Antônio Alvarez Parada, na orla da Imbetiba. O evento é aberto para participação de artistas, que bastam procurar o setor de produção da Secretaria de Cultura, na Avenida Rui Barbosa, 780, Centro.

- O objetivo é resgatar o brilho da Imbetiba, tradicional bairro, democratizando o acesso à cultura, invocando o sentimento de interação e descontração com diferentes manifestações culturais - finalizou a secretária de Cultura, Tânia Jardim.

Jornalista Mônica Braga

 

Notas

Macaé promove segundo Seminário sobre Violência

O segundo Seminário sobre Violência, promovido nesta quarta-feira (29), reuniu 160 participantes e colocou em pauta a prevenção de violências contra o sexo feminino, a equidade e a ideologia de gênero machista. O evento, organizado pela prefeitura, aconteceu das 9 às 13 horas e de 14 às 18 horas, no Auditório Cláudio Ulpiano, na Cidade Universitária. A Secretaria de Desenvolvimento Social, Direitos Humanos e Cidadania, a Coordenadoria de Políticas para Mulheres e o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) foram responsáveis pela programação.

A importância do seminário foi destacada pela Secretária de Desenvolvimento Social, Tatiana Pires. "A violência está em toda parte, em todas as classes sociais, não está restrita à raça, cor de pele, religião. O município tem equipamento de proteção para acolher a mulher vítima de violência, que vem fragilizada, mas é atendida por um trabalho de rede de modo a garantir a essa mulher a segurança", disse a secretária.

Satisfeita com a adesão pública ao evento, a coordenadora de políticas para mulheres e do Ceam, Jane Roriz, evidenciou os dados: em 2016 foram 3.921 atendimentos sociais, psicológicos e jurídicos pela equipe técnica, formada por assistentes sociais, psicólogos e advogados, referenciados por algum órgão que atende as mulheres ou por demanda espontânea.

Fonte: Equipe da SECOM